Pesquisar neste blogue

maio 26, 2015

GARDÉNIA

Gardenia augusta
Nome comum: Gardénia, Jasmim do Cabo
Familia: Rubiaceae
Descrição:
É um arbusto muito vistoso de cor verde escura, altura média (1,8 a 2,4 m) e folhas macias e tenras, brilhantes e colocadas de forma oposta ao longo do caule. Uma gardénia adulta tem um formato arredondado e uma massa mediana. A primeira floração surge em meados da primavera e dura até ao início do verão, mantendo-se em vagas sucessivas durante um longo período. As flores são brancas, passando a um amarelo creme à medida que envelhecem e caem. Ao toque parecem ser de cera. O perfume, a sua característica mais importante, é muito forte e adocicado ao ponto de encher toda uma sala. No verão com a brisa quente o aroma espalha-se pelo jardim, para delícia de quem se encontra por perto.
 
Existem cultivares muito distintos da planta original mais comum, especialmente uma versão prostrada com folhas muito escuras que fazem as vezes de uma magnífica cobertura de solo, desde que protegida sob sombra parcial e fresca. Este cultivar da gardénia “Prostata” cresce apenas de 60 a 90 cm em altura e espalha-se horizontalmente, dando flores mais pequenas do que as da espécie original, mas igualmente muito perfumadas. 
Localização:
É nativa da China, de Taiwan, do Japão e de outras regiões asiáticas de clima sub tropical e o nome comum de Jasmim do Cabo deve-se à errada assunção de que seria proveniente do Cabo da Boa Esperança, na África do Sul. Em climas frios é utilizada dentro de casa.
 
Cultura:
O solo deve ser ácido, de preferência húmido e rico em matéria orgânica, mas bem drenado. Existem poucos arbustos que sejam tão perfeitos, bonitos e perfumados como a gardénia, que possui um conjunto de características agradáveis e atraentes, mas existe um senão: são muito susceptíveis ao ataque de pestes, especialmente de insectos que lhes sugam a seiva. Nestes casos, nuvens de moscas brancas ou de insectos voadores invadem o arbusto, deixando os seus ovos, que se transformam mais tarde em larvas que sugam o caule matando a planta. Os resíduos destas larvas proporcionam matéria favorável ao desenvolvimento de um fungo fuliginoso, dando à folhagem um aspecto feio, baço, com manchas negras. Para além da mosca branca há outros insectos que atacam o arbusto da gardénia, mas felizmente qualquer destas pestes são facilmente controladas pela aplicação de uma dose de sabão neutro e sprays de óleo vegetal ou mineral. Os arbustos devem ser protegidos com tela em caso de geada forte.
 
Luz: Sol ou sombra parcial.
Humidade: Solo medianamente húmido.
Resistência: Zonas 8 a 10 (do sistema Americano).
 
Propagação: Por estacas que facilmente criam raiz em solo húmido, especialmente nos meses quentes de verão. A aplicação de um fertilizante próprio para este efeito facilita o arranque das raízes.
 





Utilização:
Fazem belas sebes em locais onde a floração e o seu aroma possam ser apreciados, sendo desejável que exista boa circulação de ar, que evitará o aparecimento das pestes já citadas. As suas flores muito aromáticas e a folhagem verde escura fazem da gardénia um dos arbustos mais apreciados nos jardins públicos e privados desde tempos coloniais.

4 comentários:

  1. muito bem feito, simples, compreensivel,. gostava de algumas informações s/ a Gardénia, mas não sei como entrar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Amélia, obrigada pelo comentário. Porque gostava de ser útil pergunto, pretende entrar onde e não sabe como?

      Eliminar
    2. O caule da minha gardenia, está escura marronzada, coloquei cal...notei que deu uma melhorada nas folhas...agora coloquei oleo nnem, ta certo?

      Eliminar
    3. Olá amigo anónimo. O óleo neen é bom para fungos e outras maleitas que atacam a gardénia e outras platas, mas no seu caso não sei se será esse o problema. As gardénias necessitam humidade do solo permanentemente, mas detestam o encharcamento, ou seja, é necessário regar com moderação sempre em pequenas quantidades e muitas vezes. O marron - aqui em Portugal dizemos cor castanha - pode ser a planta a secar. Deixo ao seu cuidado avaliar se será esse o motivo porque não penso que seja praga ou doença. Abraço.

      Eliminar