Pesquisar neste blogue

junho 24, 2014

DAMA DA NOITE

Cestrum nocturnum

FAMÍLIA: Solanaceae

NOME COMUM: Dama da Noite ou Jasmim noturno;
 

Descrição:
Este arbusto perene possui folhas brilhantes alternadas, cor verde-escuro, macias e de formato simples com 10 a 20 cm de comprimento. Quando adulto, o arbusto pode atingir quase 4 m de altura, embora o seu tamanho habitual não ultrapasse o 1,2 m. Em climas quentes, está constantemente a dar flores que nascem a partir do topo de cada caule, junto às folhas, em pequenos cachos com flores alongadas branco-esverdeadas em forma de tubo, as quais se transformam num pequeno fruto branco e redondo, não comestível.

Origem:
O Cestrum nocturnum é nativo das regiões tropicais das Américas, nomeadamente das Caraíbas.
Cultura:
Para além de não tolerar o ar marítimo e a geada, a Dama da Noite desenvolve-se com grande facilidade desde que exista calor e sol e é muito fácil de manter, bastando para isso que o solo seja permeável e receba luz e calor.
Luz:
Tolera alguma sombra ou sol filtrado, mas para melhores resultados deve ser colocada em local com muito sol e luminosidade, se possível virada a este.
Humidade:
O solo não deve ficar nunca ensopado, mas é necessária alguma humidade. Se as folhas ficarem amarelas é sinal de excesso de água, por outro lado podem suportar alguma secura desde que não superior a 50%. Se murchar um pouco não é grave, mas antes de regar de novo, deixe secar a superfície do solo de modo a que visualmente este lhe pareça seco, e só depois regue novamente com moderação.

Resistência:
Não resiste à geada e em geral morre no inverno em climas muito frios, mas nas regiões com temperaturas amenas, pode voltar a rebentar no início da primavera seguinte.

Propagação:

É muito fácil de propagar por estaca, retirada de um caule jovem em crescimento. Corte 15 a 20 cm e polvilhe a parte inferior com fertilizante próprio para ajudar a criar raízes. Coloque num pequeno vaso com três partes iguais de terra, misturada com areia ou esferovite e substrato, e aguarde alguns dias. Quando a planta estiver com dez a doze centímetros, pode ser colocada no local definitivo.

 

Fertilização:

Necessita de níveis de fertilizante moderados ou fortes, dependendo do solo e do local onde se encontram. Caso a luminosidade seja elevada, providencie fertilizante mais forte. Em condições normais, bastará um fertilizante equilibrado do tipo 15-15-15 ou mesmo um fertilizante próprio para plantas com flor (7-9-5 ou até um fertilizante para tomateiros).

 

Insetos e doenças:
O Cestrum é suscetível aos ácaros, à mosca branca e aos pulgões. O melhor método é sempre manter as plantas num regime de alimentação, rega e luminosidade equilibrado, limpando as folhas com frequência através de um jato de mangueira ou mesmo à mão com uma esponja húmida.
 

Aplicações:
Nos climas quentes é muito popular em jardins públicos, mas pode ser utilizada num canto do canteiro, como fundo para plantas mais pequenas. Reage bem a uma pequena poda e também ao regular corte com os dedos das extremidades dos ramos, o que estimula o arbusto a crescer mais arredondado e frondoso. A poda deve ser efetuada após o fim da floração, tendo o cuidado de não podar em excesso para evitar interferência no processo de floração.
 
Características:

É um arbusto bastante incaracterístico durante o dia, mas logo que o sol se põe é impossível não dar conta da existência desta planta onde quer que ela esteja e a alguns metros de distância, uma vez que exala um perfume extraordinário e cativante. Um arbusto em idade adulta enche-se de flores minúsculas na mudança da hora de verão, flores que se fecham durante o dia e voltam a abrir ao fim da tarde, exalando um perfume característico.

 

 
Junto a uma janela aberta nos fins de tarde de verão, pode criar um ambiente muito próprio e inesquecível, mas atenção pois algumas pessoas consideram-no demasiado forte e não toleram sem desconforto. Tenha portanto atenção aos vizinhos e ao incómodo que pode causar se for o caso.
 

ATENÇÃO: É tóxico, razão pela qual nenhuma das suas partes deve ser utilizada na alimentação.
 

13 comentários:

  1. A minha dama da noite criou uns fios amarelos que se propagam até pelas folhas novas o que é isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo,
      Não conheço nem nunca vi tal fenómeno nas minhas duas plantas de Dama da Noite. Poderão ser teias de um aranhiço qualquer? Experimente pulverizar com um jato de água da mangueira e depois, com água morna onde previamente diluiu sabão de preferência neutro, ou mesmo um inseticida para plantas. As minhas Damas têm flores neste momento e ao fim do dia o aroma no jardim é simplesmente delicioso. Espero que dê resultado e o mesmo aconteça à sua Dama da Noite. Obrigada pela visita.

      Eliminar
  2. Posso plantar em um vaso pequeno ou não é recomendado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Reginaldo,
      Creio que sim, tenho visto em viveirista para venda em vasos de 30 cm de diâmetro ou pouco mais e todas essas plantas apresentam bom aspeto. Com o tempo vão querer mais espaço, mas esta planta gosta de ser podada com frequência, logo você pode controlar o crescimento sem problemas e adaptá-la ao local onde pretende coloca-la. Boa sorte e volte sempre ao meu blog.

      Eliminar
    2. Muito obrigado pela resposta. Encomendei uma muda e chegará entre amanhã e quinta-feira. Tomei um susto quando a vendedora perguntou qual o vaso que eu gostaria e mostrou vasos "gigantes" para poder planta-la.

      Parabéns pelo blog.

      Eliminar
  3. Como faço para encontrar esta planta? Ja procurei em todo canto, ninguém conhece. Jean.votre@hotmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prezado Jean, de facto não recordo ter visto esta planta durante os dois anos que vivi em S. Paulo. Provavelmente tem outro nome, que não conheço, pois ela suportaria sem dúvida as condições climatéricas daí. Veja num viveirista e peça Cestrum nocturnun, nome científico. Como vivo em Lisboa lamento não poder ajudar mais! Obrigada pela visita ao meu blog, volte sempre.

      Eliminar
  4. Sabe onde posso comprar em Lisboa? Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, não sei onde possa ser vendida, mas talvez procurando nos viveiros da zona de Sintra possa encontrar. No Algarve sei que há à venda, nos Viveiros Ecossistemasol e Monterosa. Talvez enviem por correio expresso, veja nos sites respetivos. Obrigada pela visita ao meu blog.

      Eliminar
    2. Comprei esta semana no Leroy merlin

      Eliminar
    3. Obrigada pela informação. Começa a encontrar-se oferta maior de plantas não tradicionais felizmente.

      Eliminar
  5. Comprei a minha sábado e mudei-a para um vaso maior ontem estava óptima hj qd cheguei a casa estava com as folhas mais caídas "murchas" reguei-a mas não percebi se era falta de água, excesso de calor ou sol não faço ideia ... 😕

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ter sido o choque da mudança. Melhorou entretanto? Ao que sei é uma planta bastante resistente.

      Eliminar